Muitas pessoas sofrem com dor na raiz do dente. Há muitas causas para dor de dente, possíveis de acontecer em qualquer um deles. Pode ser retração gengival ou apertamento mandibular, entre outras doenças, mas também pode ser dor na raiz do dente.

    Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


    Afinal, a sensibilidade da raiz do dente pode promover intensa dor dental, já que costumeiramente se encontra enterrada no osso da mandíbula. Quando ela sai dessa posição e se expõe, fica sensível ao calor, ao frio e alimentos mais ácidos.

    Se você quer saber como resolver o problema de dor na raiz do dente, prossiga com a leitura e entenda um pouco mais do assunto!

    Dor na raiz do dente: do que se trata?

    A exposição da raiz do dente, também chamada de recessão gengival, se trata de um processo comum após inflamação da gengiva. Afinal, após a inflamação, o tecido se retrai, o que por consequência promove exposição.

    A raiz do dente abrange o espaço da terceira parte inferior, enterrada no osso da mandíbula. Após a inflamação, esse revestimento do osso é dissolvido, o que deixa a raiz do dente exposta. Essa combinação de recessão gengival e dissolvimento gera dor na raiz do dente.

    Devido sensibilidade da raiz, acaba não sendo possível consumir alimentos frios, quentes ou ácidos sem promover extrema dor. Em certos casos, a pessoa acaba não consumindo mais esse tipo de alimento.

    Causas para dor na raiz do dente

    dor na raiz do dente

    A dor na raiz do dente, causada pela recessão gengival, pode apresentar vários motivos de seu surgimento. Alguns deles são:

    • Escovação errada, feita com muita força ou com cerdas muito duras;
    • Acúmulo de tártaro e de placa bacteriana, o que gera inflamação e problemas periodontais (consequentemente, raiz do dente exposta);
    • Restaurações feitas com excessos;
    • Procedimento ortodôntico incorreto;
    • Apinhamento dental;
    • Bruxismo ou apertamento (sobrecarga oclusal).

    Além disso, há outros quadros que contribuem para piora do caso: diabetes, fumo, alergias à prótese dentária e periodontite crônica. A situação piora quando o indivíduo possui gengivas finas e delicadas.

    Por fim, o problema surge em qualquer idade – e quando a dor na raiz do dente surge, pode ser que o dano já está feito.

    Formas de tratar da dor na raiz do dente

    Em caso da exposição da raiz não se mostrar muito severa, é possível contar com cremes dentais especiais feitos para dentes sensíveis. Contando com flúor e outros minerais, eles promovem o fortalecimento da raiz exposta, além de reduzir a sensibilidade.

    Em outros casos, é possível contar com uma técnica de recobrimento radicular, onde se retira um retalho de gengiva para recobrir a área afetada. Isso é feito após limpeza local de possível tártaro e eliminação de outros problemas periodontais.

    Ou então contar com laserterapia para diminuição dos sintomas.

    Na verdade, não é possível exatamente reverter a situação, mas controlá-la através de limpezas e técnicas cirúrgicas. Isso também acaba diminuindo os sintomas de dor na raiz do dente, assim como uso de cremes dentais adequados.

    E o creme dental deve ser combinado com uma escova de cerdas suaves e o uso correto de fio dental. Dessa forma, é uma maneira de prevenção para que a exposição da raiz não ocorra.

    Conclusões quanto a dor na raiz do dente

    Por fim, é preciso dizer que a dor na raiz não acomete apenas esta região, mas todo o dente. Dessa forma, é comum que sinta sensibilidade por todo o local – e em caso de dor apenas na raiz, pode ser sinal de problemas endodônticos.

    Dessa forma, é importante a consulta com dentista profissional quando sentir dor na raiz do dente. Assim, contará com um prognóstico preciso de seu real problema e maneiras de tratá-lo.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui